Apresentada candidatura ao Programa Operacional Regional do Norte - Património Natural para “Desenvolvimento de Infraestruturas Verdes no Rio Âncora”

A Sociedade Polis Litoral Norte SA apresentou uma candidatura ao Programa Operacional Regional do Norte do Portugal 2020 para “Desenvolvimento de Infraestruturas Verdes no Rio Âncora”, que incide sobre uma área de cerca de 14 hectares, contemplando percursos de visitação e contemplação pedonais e cicláveis numa extensão de aproximadamente 790m, e que consiste na execução de um conjunto de trabalhos com vista à diminuição do risco, e à preservação, requalificação e divulgação dos valores naturais existentes na zona estuarina do rio.

Em concreto serão levadas a cabo ações de recuperação, qualificação e reforço das margens, a revitalização das galerias ripícolas e recuperação de áreas degradadas, a contenção da ocupação humana, a criação de alguns percursos pedonais e cicláveis, e finalmente, a divulgação e sensibilização humana para os valores naturais em presença.

Ainda é objetivo da candidatura a integração daqueles percursos pedonais e cicláveis na Ecovia do Litoral Norte, implementando os princípios estabelecidos pelas Vias Verdes Europeias e articulando os princípios base da infraestrutura com os usos existentes ao longo do traçado. Com a realização de mais este troço da futura Ecovia do Litoral Norte, pretende-se reproduzir e multiplicar as mais-valias ambientais e de ordenamento da orla costeira reconhecidas no POOC Caminha Espinho e transformá-lo, simultaneamente num produto turístico sustentável, com capacidade de captar novos públicos.

Com este propósito, atingem-se três grandes pilares, nomeadamente a proteção, valorização ambiental e ordenamento da orla costeira através da construção da Ecovia do Litoral Norte; a criação de um corredor que promove a mobilidade sustentável neste território; a transformação do bem patrimonial e natural de excecional qualidade, como é o caso da faixa costeira da Litoral Norte, num produto turístico que é imprescindível preservar, capaz de responder às necessidades já hoje sentidas nesta área e de captar novos públicos.

 

Financiamento:

Programa Operacional Regional do Norte   

PATRIMÓNIO NATURAL

Qualidade ambiental

Objetivo Temático: Preservar e proteger o ambiente e promover a eficiência energética

Valor global: 350.005,10 €