Corredor Ecológico na Mata Nacional da Gelfa

A Sociedade Polis Litoral Norte submeteu uma nova candidatura ao POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, no âmbito do Aviso para A Recuperação De Ecossistemas Dunares Degradados, para o financiamento da operação de “Recuperação de Ecossistemas Dunares Degradados – Mata Nacional da Gelfa”.

A intervenção incide sobre a zona costeira localizada entre a foz do rio Âncora e a praia da Gelfa, na freguesia de Âncora, no concelho de Caminha, numa extensão total de cerca de 1 400 metros no tardoz da duna secundária e sobre caminhos formais da Mata da Gelfa, em área totalmente abrangida pela Rede Natura 2000.

Trata-se de um investimento no valor de cerca de 368 mil euros, que tem como objetivo a criação de um verdadeiro corredor ecológico, sob a forma de percurso pedonal e ciclável, através da implantação de uma estrutura tampão que impedirá o atualmente indiscriminado e abusivo atravessamento para e sobre as dunas, nomeadamente pelos veículos TT, turistas, moradores, etc., contribuindo decisivamente para a proteção e reabilitação deste sistema natural costeiro, bem como para a reposição dos habitats e flora ali existentes, consistindo, ao mesmo tempo, num percurso de contemplação, monitorização e sensibilização para os habitats naturais em presença, permitindo uma correta articulação com as infraestruturas urbanas, desportivas e turísticas existentes na zona.

gelfa%20projeto%20editado_edited.jpg

Mais do que a promoção da mobilidade sustentável propriamente dita, as soluções de traçado e métodos construtivos previstos visam simultaneamente a promoção de ações de ordenamento, proteção, manutenção e reposição das condições naturais daquele ecossistema costeiro, assegurando a sua estabilidade biofísica por via da renaturalização de áreas dunares degradadas.

Assim, irá promover-se a eliminação de inúmeros caminhos de pé posto agora existentes e que proliferam a partir do passadiço sobrelevado de 3 metros de largura construído sobre a crista da duna primária (que o Município de Caminha pretende, a curto prazo, remover), favorecendo também o ordenamento da circulação pedonal transversal ao sistema dunar, contribuindo para uma melhor utilização dos passadiços sobrelevados que se irão manter para acesso à praia (transversal a este sistema dunar), destacando-se ainda a minimização do efeito pernicioso decorrente da falta de um caminho formal por onde se processe a peregrinação dos Caminho de Santiago (ainda que se admita que este não seja o Caminho oficial).

Financiamento: candidatado ao Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, com um Apoio previsto para a operação de 200.000,00 € (duzentos mil euros) e a taxa de financiamento é de 85%.

Objetivo Temático: Preservação e proteção do ambiente e promoção da utilização eficiente dos recursos.

Valor de investimento: 368 mil euros.

Polis Litoral Norte, Sociedade para a Requalificação e valorização do Litoral Norte, S.A. (em liquidação)

 

Edifício de Apoio à Doca de Recreio

4900-405 Viana do Castelo

Telf. 258 806 440

Fax. 258 806 449

geral@polislitoralnorte.pt

Acionistas:
Financiamento: