Reabilitação do molhe Norte da embocadura do Rio Cávado – 2.ª Fase

Já se encontra em curso a 2ª fase da reabilitação do molhe Norte da embocadura do Rio Cávado, em Esposende. A intervenção, a cargo da Sociedade Polis Litoral Norte, começou no dia 26 de agosto de 2019 e estende-se ao longo do estuário do rio, para Sul, a partir da denominada “Praça das Lampreias”, uma vez que, em consequência dos fortes temporais ocorridos nos últimos invernos, esta infraestrutura apresenta um estado de degradação preocupante, permitindo com enorme facilidade o seu galgamento pela ondulação marítima.

A obra incide sobre a margem direita da zona de confluência do Rio Cávado com o mar, naquilo que podemos considerar o prolongamento, para montante, da intervenção anteriormente realizada no “molhe norte da embocadura do Cávado”. Terá uma extensão aproximada de 475m, e a solução adotada consiste na reconstrução e reforço do molhe, atualmente muito fragilizado (o prisma de enrocamento foi sendo destruído, libertando o enrocamento para o leito do rio, baixando consideravelmente a sua cota de coroamento), através do reperfilamento e reforço dos taludes, com inclinação a 3(H):2(V), e pela colocação, sobre o perfil corrigido, de um manto de enrocamento de 3 a 6 toneladas de forma a recriar a configuração inicial da obra. Pretende-se repor a capacidade de defesa costeira que outrora teve contra a violenta ação do mar, protegendo assim a marginal e a frente urbana de Esposende.

Com um investimento global estimado em 1,5M€, o cofinanciamento desta intervenção será assegurado pelo POSEUR - Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, com uma taxa de comparticipação de 75%. Os restantes 25% serão assegurados pelo capital social da Polis Litoral Norte - acionista Estado Português.

Polis Litoral Norte, Sociedade para a Requalificação e valorização do Litoral Norte, S.A. (em liquidação)

 

Edifício de Apoio à Doca de Recreio

4900-405 Viana do Castelo

Telf. 258 806 440

Fax. 258 806 449

geral@polislitoralnorte.pt

Acionistas:
Financiamento: