Aprovação da candidatura ao POSEUR para Reabilitação de Estruturas de defesa e proteção costeira em Viana do Castelo e Esposende

O Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos - POSEUR/Fundo de Coesão, no âmbito do Concurso “Proteção do Litoral – Ações Materiais e Ações que visam a produção de conhecimento, gestão de informação e Monitorização”, aprovou a Candidatura apresentada pela Polis Litoral Norte para a “Reabilitação de Estruturas de defesa e proteção costeira em Viana do Castelo e em Esposende”.


A candidatura visa duas componentes: a defesa e proteção costeira na frente marítima da Praia Norte (mediante a demolição do enrocamento existente de proteção ao mar e construção de um novo muro estrutural de defesa costeira, recuado, com o consequente aumento da área de praia; retirada programada para nascente (fora da zona de risco) de equipamentos de apoio ao uso balnear e infraestruturas de uso público (via de circulação e áreas de estacionamento automóvel); e reperfilamento da frente marítima, apenas para uso pedonal; e a Reabilitação do Molhe Norte na Embocadura do Rio Cávado através do reperfilamento da estrutura existente em toda a  sua extensão, reforçando o manto e sub-manto, sem alterar a diretriz do traçado em planta, o seu comprimento (100m), ou o tipo de estrutura.


Na Frente Marítima da Praia Norte, a ação tem como objetivos a defesa e proteção costeira, ao assegurar o equilíbrio daquela zona particularmente ameaçada pelo avanço do mar, garantindo a manutenção dos diferentes usos do território (económicos, sociais e ambientais), numa ótica de prevenção de risco e consequentemente, de proteção de pessoas e bens, e a criação, no intermédio, de uma “zona tampão” ampla, de uso público, que permitirá que esta praia urbana continue a ter um intenso uso, mas nas devidas condições de segurança. Devolverá ainda ao areal da praia, a capacidade para uso balnear que outrora já teve.


No tocante à Reabilitação do Molhe Norte na Embocadura do Rio Cávado, a solução permitirá um guiamento das correntes estuarinas em direção a sudoeste, uma eficaz contenção das areias provenientes das correntes de deriva vindas de norte (por “impermeabilização” do núcleo do molhe), o que, em conjunto com a recente obra na restinga de Ofir, permitirá a circulação de embarcações na entrada e saída do rio em maior segurança e reforçará o cordão dunar da Praia de Suave Mar (imediatamente a Norte). Finalmente, defenderá melhor a foz do Rio Cávado da forte ondulação em regime de nortadas.

Financiamento: Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos

POSEUR/Fundo de Coesão
Valor Global: 2.161.538,53€

Polis Litoral Norte, Sociedade para a Requalificação e valorização do Litoral Norte, S.A. (em liquidação)

 

Edifício de Apoio à Doca de Recreio

4900-405 Viana do Castelo

Telf. 258 806 440

Fax. 258 806 449

geral@polislitoralnorte.pt

Acionistas:
Financiamento: