PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO NORTE (NORTE 2020)

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

Infraestruturas para valorização e visitação de

Áreas Classificadas no Concelho de Caminha -

Troço entre a Capela de St. Isidoro e Cambôas

Infraestruturas verdes nas Margens do Rio Âncora

Corredor Ecológico entre Carreço e Afife

Infraestruturas para valorização e visitação 
de áreas classificadas no concelho de Viana 
do Castelo - Troço entre Montedor e Areosa

Infraestruturas para valorização e visitação do estuário do Rio Neiva - ponte pedonal e ciclável

Infraestruturas verdes na Margem esquerda do Rio Neiva

Infraestruturas para valorização e visitação do Parque Natural do Litoral Norte - Troço entre as Praias de Rio de Moinhos e de Cepães

Infraestruturas para valorização e visitação de áreas classificadas no concelho de Esposende - Troço entre a Praia de Cepães e a Marginal de Esposende

 

Designação do projeto | 

Código do projeto | NORTE-04-2114-FEDER-000199

Objetivo principal Qualidade ambiental
Região de intervenção | FREGUESIAS - Moledo, Vila Praia de Âncora e Âncora

                                       CONCELHO - Caminha

Entidade beneficiária | Polis Litoral Norte - Sociedade para a Requalificação e Valorização do Litoral                                            Norte, SA. (em liquidação)

Infraestruturas para valorização e visitação de Áreas Classificadas no Concelho de Caminha - Troço entre a Capela de St. Isidoro e Cambôas

Data de aprovação | 20-10-2016
Data de início | 15-12-2016
Data de conclusão | 15-05-2017
Custo total elegível | 283.192,79 €
Apoio financeiro da União Europeia | 240.713,87 €

Apoio financeiro público nacional | 42.478,92 €

Objetivos

Promover a valorização ambiental, o ordenamento do território (pela implementação do Plano de Ordenamento da Orla Costeira Caminha-Espinho) e o aumento do contacto da população com a orla costeira (incluindo as importantes zonas estuarinas), através da construção de um canal pedonal e ciclável, pertencente à Ecovia do Litoral Norte.

Esta intervenção visa incentivar a mobilidade sustentável como forma de vivência da orla costeira, ao mesmo tempo que valoriza e promove os valores naturais e culturais singulares do Litoral Norte.

Atividades

Construção de dois troços da Ecovia do Litoral Norte, que permitirão a ligação ininterrupta, em canal pedonal e ciclável, de Moledo ao Pinhal da Gelfa, na freguesia de Âncora, numa extensão total de aproximadamente 5.750m.

O primeiro troço ligará a Capela de Santo Isidoro à ciclovia já existente a norte de Vila Praia de Âncora, numa extensão de aproximadamente 670 metros.

O segundo troço é a ponte pedonal e ciclável sobre o Rio Âncora, numa extensão de aproximadamente 90m, que permitirá unir os percursos pedonais e cicláveis a desenvolver nas margens do rio.

Preveem-se ainda a realização de ações de comunicação e divulgação, tais como atividade de inserção publicitária em revistas/publicações de viagens, de acordo com o definido no Plano de Comunicação.

Resultados esperados/atingidos

Aumento do número esperado de visitantes

0%

50%

100%

5.000 (visitantes/ano)

Área classificada abragida pela intervenção

0%

50%

100%

0,31 ha (Hectares)

 

Designação do projeto | Desenvolvimento de Infraestruturas Verdes no Rio Âncora

Código do projeto | NORTE-04-2114-FEDER-203

Objetivo principal Qualidade ambiental
Região de intervenção | FREGUESIA - Vila Praia de Âncora e Âncora

                                       CONCELHO - Caminha

Entidade beneficiária | Polis Litoral Norte - Sociedade para a Requalificação e Valorização do Litoral                                            Norte, SA. (em liquidação)

Data de aprovação | 01-06-2017
Data de início | 15-12-2016
Data de conclusão | 15-05-2017
Custo total elegível | 350.000,00 €
Apoio financeiro da União Europeia | 297.500,00 €

Apoio financeiro público nacional | 52.500,00 €

Objetivos

Os grandes objetivos específicos da presente Operação assentam em 3 grandes pilares:

1) a proteção, valorização ambiental e ordenamento da orla costeira através da requalificação ambiental e paisagística duma zona estuarina com forte potencial de atracão turística, incluindo a construção da Ecovia do Litoral Norte, constituindo assim um corredor ecológico;

2) a criação de um corredor que promova a mobilidade sustentável neste território;

3) a transformação do bem patrimonial e natural de excecional qualidade, como é o caso da zona estuarina do rio Âncora e numa visão mais global de toda a faixa costeira da Litoral Norte, num produto turístico que é imprescindível preservar, capaz de responder às necessidades já hoje sentidas nesta área e de captar novos públicos.

Atividades

Consistem na execução de um conjunto de trabalhos com vista à diminuição do risco, preservação, requalificação e divulgação da zona estuarina do Rio Âncora, nomeadamente a eliminação das grandes manchas de espécies exóticas invasoras como a acácia-austrália (Acácia melanoxylon), mimosas (Acácia dealbata) e a erva-da-fortuna (Tradescantia fluminensis); a reabilitação da galeria ripícola, numa faixa de 10 metros nas duas margens do rio, da zona de Sapal e de uma área agrícola abandonada.

Valorização do habitat de espécies faunísticas autóctones, através da criação de abrigos para a fauna.

Criação de percursos pedonais e cicláveis, com a necessária sinalização regulamentar e informativa dos valores em presença.

Realização de ações de comunicação e divulgação.

Resultados esperados/atingidos

Aumento do número esperado de visitantes

0%

100%

50%

5.000 (visitantes/ano)

Área classificada abragida pela intervenção

0%

50%

100%

14 ha (Hectares)

 

Designação do projeto | Desenvolvimento de Corredor Ecológico em Carreço e Afife

Código do projeto | NORTE-04-2114-FEDER-000202

Objetivo principal Qualidade ambiental
Região de intervenção | FREGUESIAS - Carreço e Afife

                                       CONCELHO - Viana do Castelo

Entidade beneficiária | Polis Litoral Norte - Sociedade para a Requalificação e Valorização do Litoral                                            Norte, SA. (em liquidação)

Data de aprovação | 20-10-2016
Data de início | 15-12-2016
Data de conclusão | 15-05-2017
Custo total elegível | 257.187,05 €
Apoio financeiro da União Europeia | 218.608,99 €

Apoio financeiro público nacional | 38 578,06 €

Objetivos

Implementar um percurso pedonal e ciclável entre a Praia da Arda/Bico e a Praia de Paçô, que se constituirá como um corredor ecológico na faixa de transição entre um expressivo sistema dunar (intercalado por zonas húmidas e lagunares vestigiais) e o sistema agrícola e que, pelas suas características e localização, servirá em simultâneo de estrutura tampão de proteção ao importante sistema biofísico de Afife/Carreço. 

Pretende-se também que esta intervenção, pela proteção e ordenamento territorial dos usos, ao anular o risco de ocupação antrópica indevida do cordão dunar, funcione como catalisador da revitalização, resiliência, fixação e robustez dos habitats naturais em presença.

Atividades

A presente intervenção consiste na execução de um percurso pedonal e ciclável que bordeja a nascente o cordão dunar e zonas húmidas, entre as Praias de Arda/Bico  e a Praia de Paçô, numa extensão de cerca de 1.500 m, contemplando percursos de visitação e contemplação, pedonais e cicláveis, com a mesma extensão. 

Preveem-se ainda a realização de ações de comunicação e divulgação, tais como atividade de inserção publicitária em revistas/publicações de viagens, de acordo com o definido no Plano de Comunicação.

Resultados esperados/atingidos

Aumento do número esperado de visitantes

0%

100%

50%

5.000 (visitantes/ano)

Área classificada abragida pela intervenção

0%

50%

100%

0,60 ha (Hectares)

 

Designação do projeto | Infraestruturas para valorização e visitação de áreas classificadas no                                      concelho de Viana do Castelo - Troço entre Montedor e Areosa

Código do projeto | NORTE-04-2114-FEDER-000201

Objetivo principal Qualidade ambiental
Região de intervenção | FREGUESIAS - Carreço

                                       CONCELHO - Viana do Castelo

Entidade beneficiária | Polis Litoral Norte - Sociedade para a Requalificação e Valorização do Litoral                                            Norte, SA. (em liquidação)

Data de aprovação | 20-10-2016
Data de início | 15-12-2016
Data de conclusão | 15-05-2017
Custo total elegível | 332.964,78 €
Apoio financeiro da União Europeia | 283.020,06 €

Apoio financeiro público nacional | 49.944,72 €

Objetivos

Promover a valorização ambiental, o ordenamento do território (pela implementação do Plano de Ordenamento da Orla Costeira Caminha-Espinho) e o aumento do contacto da população com a orla costeira (incluindo as importantes zonas estuarinas), através da construção de um canal pedonal e ciclável, pertencente à Ecovia do Litoral Norte.

Esta intervenção visa incentivar a mobilidade sustentável como forma de vivência da orla costeira, ao mesmo tempo que valoriza e promove os valores naturais e culturais singulares do Litoral Norte.

Atividades

Construção de um troço de aproximadamente 1.300 m da Ecovia do Litoral Norte, que permitirá a ligação ininterrupta, em canal pedonal e ciclável, da Praia de Afife, na freguesia de Afife, à Praia Norte, na cidade de Viana do Castelo, numa extensão total de 10.650 m. 

A realização deste troço compreende a execução da indispensável sinalização regulamentar e da sinalização informativa da própria infraestrutura e dos valores em presença.

Preveem-se ainda a realização de ações de comunicação e divulgação, tais como atividade de inserção publicitária em revistas/publicações de viagens, de acordo com o definido no Plano de Comunicação.

Resultados esperados/atingidos

Aumento do número esperado de visitantes

0%

50%

100%

5.000 (visitantes/ano)

Área classificada abragida pela intervenção

0%

50%

100%

0,52 ha (Hectares)

 

Designação do projeto | Infraestruturas para valorização e visitação do estuário do Rio Neiva

                                   - ponte pedonal e ciclável

Código do projeto | NORTE-04-2114-FEDER-000400

Objetivo principal Qualidade ambiental
Região de intervenção | FREGUESIAS - Chafé, Antas e Castelo do Neiva

                                       CONCELHOS - Viana do Castelo e Esposende

Entidade beneficiária | Polis Litoral Norte - Sociedade para a Requalificação e Valorização do Litoral                                            Norte, SA. (em liquidação)

Data de aprovação | 20-10-2017
Data de início | 01-05-2017
Data de conclusão | 31-10-2017
Custo total elegível | 350.000,00 €
Apoio financeiro da União Europeia | 297.500,00 €

Apoio financeiro público nacional | 52.500,00 €

Objetivos

Esta travessia pretende, unificar pedonal e ciclo viavelmente dois territórios que, tendo as respetivas margens acessíveis à sua visitação, áreas estas de grande beleza e importância ambiental, cultural, patrimonial e turística, não possuem atualmente ligação pedonal e ciclável nos últimos 4 kms do rio Neiva.

Pretende-se também que esta intervenção, que almeja a proteção e o ordenamento territorial e dos usos, incorporando inclusive mecanismos de eliminação do uso motorizado na sua extensão e de outras práticas antrópicas inadequadas, funcione como catalisador da revitalização, resiliência, fixação e robustez dos habitats naturais em presença.

Atividades

consiste na construção da ponte sobre o rio Neiva e o prolongamento do troço da Ecovia para os ligar aos previstos em ambas as margens do curso de água, totalizando uma extensão de aproximadamente 300 metros.

A realização deste troço compreende a execução da indispensável sinalização regulamentar, da sinalização informativa da própria infraestrutura e dos valores em presença.

Preveem-se ainda a realização de ações de comunicação e divulgação, tais como atividade de inserção publicitária em revistas/publicações de viagens, de acordo com o definido no Plano de Comunicação.

Resultados esperados/atingidos

0%

Aumento do número esperado de visitantes

50%

100%

5.000 (visitantes/ano)

Área classificada abragida pela intervenção

0%

50%

100%

0,14 ha (Hectares)

 

Designação do projeto | Desenvolvimento de Infraestruturas Verdes no Rio Neiva

Código do projeto | NORTE-04-2114-FEDER-000204

Objetivo principal Qualidade ambiental
Região de intervenção | FREGUESIAS - Antas

                                       CONCELHO - Esposende

Entidade beneficiária | Polis Litoral Norte - Sociedade para a Requalificação e Valorização do Litoral                                                  Norte, SA. (em liquidação)

Data de aprovação | 30-03-2017
Data de início | 15-12-2016
Data de conclusão | 15-05-2017
Custo total elegível | 329.818,97 €
Apoio financeiro da União Europeia | 280.346,12 €

Apoio financeiro público nacional | 49.472,85 €

Objetivos

Preservação, requalificação e divulgação dos valores naturais existentes na área estuarina do rio Neiva, pela diminuição do risco inerente às zonas ribeirinhas estuarinas mais sujeitas às ações das marés, através de: recuperação, qualificação e reforço das margens; revitalização das galerias ripícolas; recuperação de áreas degradadas; contenção da ocupação humana; criação de percursos pedonais e cicláveis, e finalmente, pela divulgação e sensibilização humana para os valores naturais em presença.

Atividades

A presente intervenção incide sobre a área estuarina do rio Neiva, considerando a margem esquerda deste rio, entre o açude de Santa Tecla e o Oceano Atlântico, numa área de aproximadamente 15ha e extensão de cerca de 1.500 m  e consiste na execução dos seguintes trabalhos:

   - execução de limpezas e demolições diversas;

   - estabilização de margens em erosão;

   - plantação de árvores e prado, bem como manutenção de zonas verdes existentes;

   - criação de percursos de visitação e contemplação, com a necessária sinalização regulamentar e informativa dos valores em presença;

   - construção de novo pontão de madeira sobre a ribeira da Cividade;

   - construção de novas plataformas de acesso ao pontão fluvial;

   - execução de mobiliário urbano diverso.

Preveem-se ainda a realização de ações de comunicação e divulgação, tais como atividade de inserção publicitária em revistas/publicações de viagens, de acordo com o definido no Plano de Comunicação.

Resultados esperados/atingidos

Aumento do número esperado de visitantes

0%

100%

50%

5.000 (visitantes/ano)

Área classificada abragida pela intervenção

0%

50%

100%

15 ha (Hectares)

 

Designação do projeto | Infraestruturas para valorização e visitação do Parque Natural do Litoral                                      Norte - troço entre as praias de Rio de Moinhos e de Cepães

Código do projeto | NORTE-04-2114-FEDER-000414

Objetivo principal Qualidade ambiental
Região de intervenção | FREGUESIAS - União das freguesias de Esposende, Marinhas e Gandra

                                       CONCELHO - Esposende

Entidade beneficiária | Polis Litoral Norte - Sociedade para a Requalificação e Valorização do Litoral                                                  Norte, SA. (em liquidação)

Data de aprovação | 03-08-2017
Data de início | 01-05-2017
Data de conclusão | 31-10-2017
Custo total elegível | 313.414,89 €
Apoio financeiro da União Europeia | 266.402,66 €

Apoio financeiro público nacional | 47.012,23 €

Objetivos

Esta operação assenta em 3 grandes pilares:

1) a proteção, valorização ambiental e ordenamento da orla costeira através da construção da Ecovia do Litoral Norte;

2) a criação de um corredor que promova a mobilidade sustentável neste território;

3) a transformação do bem patrimonial e natural de excecional qualidade, como é o caso da faixa costeira da Litoral Norte, num produto turístico que é imprescindível preservar, capaz de responder às necessidades já hoje sentidas nesta área e de captar novos públicos

Atividades

construção de 1 troço de aproximadamente 1.050 metros da futura Ecovia do Litoral Norte, que uma vez materializado no terreno, permitirá a ligação ininterrupta, em canal pedonal e ciclável, da Praia de Cepães, à marginal da cidade de Esposende, numa extensão total de 4.800 metros. Assim, no traçado a realizar entre a praia de Rio de Moinhos e a zona Norte de Cepães, o acesso motorizado é eliminado, sendo concordante com os limites das propriedades identificadas.

A generalidade do segmento é a executar em passadiço sobrelevado.

Execução da indispensável sinalização obrigatória e informativa da própria infraestrutura, como forma de individualizar, promover e relevar a marca Ecovia do Litoral Norte.

Realização de ações de comunicação e divulgação.

Resultados esperados/atingidos

0%

Aumento do número esperado de visitantes

50%

100%

5.000 (visitantes/ano)

Área classificada abragida pela intervenção

0%

50%

100%

0,42 ha (Hectares)

 

Designação do projeto | Infraestruturas para valorização e visitação de áreas classificadas no                                            concelho de Esposende

Código do projeto | NORTE-04-2114-FEDER-000200

Objetivo principal Qualidade ambiental
Região de intervenção | FREGUESIAS - União das Freguesias de Esposende, Marinhas e Gandra

                                       CONCELHO - Esposende

Entidade beneficiária | Polis Litoral Norte - Sociedade para a Requalificação e Valorização do Litoral                                                  Norte, SA. (em liquidação)

Data de aprovação | 20-10-2016
Data de início | 15-12-2016
Data de conclusão | 15-05-2017
Custo total elegível | 349.935,00 €
Apoio financeiro da União Europeia | 297.444,75 €

Apoio financeiro público nacional | 52.490,25 €

Objetivos

Promover a valorização ambiental, o ordenamento do território (pela implementação do Plano de Ordenamento da Orla Costeira Caminha-Espinho) e o aumento do contacto da população com a orla costeira (incluindo as importantes zonas estuarinas), através da construção de um canal pedonal e ciclável, pertencente à Ecovia do Litoral Norte.

Esta intervenção visa incentivar a mobilidade sustentável como forma de vivência da orla costeira, ao mesmo tempo que valoriza e promove os valores naturais e culturais singulares do Litoral Norte.

Atividades

A presente intervenção consiste na construção de um troço de, aproximadamente, 1.100 metros da futura Ecovia do Litoral Norte, que permitirá a ligação ininterrupta, em canal pedonal e ciclável, da Praia de Cepães, à marginal da cidade de Esposende, numa extensão total de 3.750 m. A realização deste troço compreende a execução da indispensável sinalização regulamentar e da sinalização informativa da própria infraestrutura e dos valores em presença.

 

Preveem-se ainda a realização de ações de comunicação e divulgação, tais como atividade de inserção publicitária em revistas/publicações de viagens, de acordo com o definido no Plano de Comunicação

Resultados esperados/atingidos

0%

Aumento do número esperado de visitantes

Área classificada abragida pela intervenção

100%

50%

0%

50%

100%

5.000 (visitantes/ano)

0,44 ha (Hectares)

Polis Litoral Norte, Sociedade para a Requalificação e valorização do Litoral Norte, S.A. (em liquidação)

 

Edifício de Apoio à Doca de Recreio

4900-405 Viana do Castelo

Telf. 258 806 440

Fax. 258 806 449

geral@polislitoralnorte.pt

Acionistas:
Financiamento: