Reestruturação e consolidação de estruturas marítimas de defesa costeira (Embocadura do rio Neiva, esporão da Pedra Alta; esporões de Ofir-Pedrinhas)

 

Embocadura do Rio Neiva: Concluído

Equipa projetista: Proman - Centro de estudos e projetos, Lda

Reabilitação do esporão existente

Esporões de Ofir-Pedrinhas: Concluído

Equipa projetista: Proman - Centro de estudos e projetos, Lda

 

Intervenções de Recuperação, Protecção dos Sistemas Dunares Degradados e Renaturalização de Áreas Naturais Degradadas

Projeto concluído

 

Equipa projetista: Consórcio Biodesign / Bio 3 / Engirecursos

Manter e repor as condições naturais do ecossistema costeiro que assegurem a sua estabilidade biofísica por via da renaturalização de áreas degradadas (decorrentes de fatores naturais e/ou antrópicos), recuperação, reforço e fixação dos sistemas dunares visando a prevenção de risco.

Áreas a intervir nos Concelhos de:

Viana do Castelo - Montedor, Areosa, Rodanho/Dunas da Amorosa e Pedra Alta/Foz do Neiva

 

Esposende - Belinho, Cepães, Redonda, Suave-Mar e Pedrinhas / Moinhos.

Caminha - Camarido, Rochedos de Santo Isidoro e Duna do Caldeirão

 

Recuperação, Protecção dos Sistemas Dunares e Renaturalização de Áreas Naturais Degradadas: Restinga de Ofir

Projeto Concluído

 

Equipa projetista: WW - Consultores de Hidráulica e Obras Marítimas, SA

Projeto em elaboração, desenvolvido a partir do estudo do Grupo de Trabalho para a Restinga de Ofir.

 

Reordenamento e Qualificação de Frentes Marítimas: Praia de S. Bartolomeu do Mar

Projeto concluído

 

Equipa projetista: EPUR, Assessoria de Urbanismo e Arquitectura, Lda

Núcleo sob ameaça eminente do mar, o projeto prevê a renaturalização da zona com a retirada das habitações e a criação de condições para a manutenção dos costumes e tradições.

 

Reordenamento e Qualificação de Frentes Marítimas: Núcleo da Pedra Alta

Projeto concluído

 

Equipa projetista: Arquitrave - Arquitectos Associados, Lda

Coexistências das actividades ligadas ao mar com a preservação da paisagem; Coexistência da vida quotidiana da comunidade piscatória com as actividades balneares intensas; Preservação activa do cordão dunar

 

Reordenamento e Qualificação de Frentes Marítimas: Núcleo da Amorosa

Projeto concluído

 

Equipa projetista: GIPP - Gestão Integrada de Projetos e Planeamento, Lda

O projeto incide sobre a gestão da mobilidade, a requalificação de espaços públicos e a qualificação das centralidades, com especial atenção para a praça fronteira à igreja que será redesenhada para se tornar no verdadeiro centro cívico da Amorosa.

 

Reordenamento e Qualificação de Frentes Marítimas: Núcleo de Carreço

Projeto concluído

 

Equipa projetista: Câmara Municipal de Viana do Castelo

Projeto que conclui a intervenção de requalificação que tem vindo a ser desenvolvida junto à praia e que se estende até à Nacional 13 com o reperfilamento do arruamento de acesso ao núcleo.

 

Projectos de Execução de Valorização Paisagística e Ambiental dos Pequenos Estuários - Rio Âncora e Rio Coura

Projeto concluído

 

Equipa projetista: Prospectiva - Projectos, Serviços, Estudos, S.A.

Projetos desenvolvidos tendo por base o Estudo Hidráulico e Fluvial dos rios Coura, Âncora e Neiva.

 

Projectos de Execução de Valorização Paisagística e Ambiental dos Pequenos Estuários – Rio Neiva

Projeto concluído

 

Equipa projetista: Prospectiva - Câmara Municipal de Esposende

Projeto desenvolvidos tendo por base o Estudo Hidráulico e Fluvial dos rios Coura, Âncora e Neiva. Centra-se na requalificação da margem esquerda do Neiva e conjuga-se com o projeto da Ecovia do Litoral Norte, que prevê uma travessia pedonal e ciclável do rio.

 

Valorização ecológica e revitalização das áreas de pinhal - Pinhal do Camarido

Projeto em elaboração

 

Equipa projetista: Prospectiva - Câmara Municipal de Caminha

Reperfilamento do perfil rodoviário; Ordenamento do estacionamento; Execução de passadeiras de nível com os passeios; Alargamento dos passeios existentes e execução de novos; Repavimentação e nivelamento de pavimentos; Ligação pedonal e implementação de rede de circulação de veículos não motorizados entre Caminha/Moledo; Sistematização, renovação e colocação do mobiliário urbano; Avaliação, conservação e substituição de árvores existentes doentes, plantação de novas (espécies autóctoo rio.

 

Valorização ecológica e revitalização das áreas de pinhal - Pinhal da Gelfa

Projeto concluído

 

Equipa projetista: Câmara Municipal de Caminha

A intervenção perspectivada centra-se no recinto actualmente afecto ao complexo do Campo de Futebol da Gelfa, situado próximo da praia e inserido no perímetro da Mata Nacional da Gelfa.

Redefinição dos limites do Equipamento Desportivo ; Regulação do acesso viário; Disponibilização de área de estacionamento de apoio quer ao equipamento desportivo quer aos utilizadores da praia;

 

Elaboração de nove projectos de execução para as intervenções previstas nos Planos de Praia

Projeto Concluído

 

Equipa projetista: Prospectiva - Maria João Patronilho e Associados

O projeto engloba espaço público e edifícios de apoio à praia (a construir por concessionários).

OBJECTIVOS:
Criar uma identidade é a nossa proposta, tanto a nível de imagem arquitectónica, como paisagística em todos os Planos de Praia.
Assim esta proposta de intervenção pressupõe, apesar das especificidades de cada lugar, a valorização dos espaços de praia criando uma linguagem de coerência e de qualidade em todas as intervenções/praia apostando numa imagem de referência, apelativa para o bem-estar, garantido uma imagem de conjunto facilmente integráveis no meio envolvente.

Percursos - Constituição de um sistema/estrutura pedonal altamente qualificada que proporcione o contacto e usufruto com a natureza, de acesso à praia e promova, através da construção de plataformas e passadiços em madeira sobrelevados, o desenvolvimento dos novos hábitos de lazer, como o comércio e as artes de rua.

Nestas plataformas coexistem os equipamentos de apoio de praia.

Os passadiços em madeira sobrelevados garantem a manutenção e preservação das dunas, assim como toda a fauna e flora que lhe está associada. Sempre que necessário, por debaixo dos passadiços sobrelevados, e fazendo parte destes, será assegurada a colocação das infra-estruturas (iluminação, abastecimento águas, águas residuais, redes informáticas). A manutenção desta infra-estrutura é simples e acessível, pois utiliza o modelo de calha técnica afixada ao passadiço, contribuindo assim para a defesa da natureza neste frágil território, uma vez que não será necessário a abertura de valas para inserção das mesmas infra-estruturas.

Relação com a Natureza  - A relação com a natureza é conseguida através dos percursos e dos locais de paragem; ambos cuidadosamente seleccionados tendo em atenção a beleza natural que construí a paisagem de cada local e que será privilegiadamente observada dos percursos e paragens propostos. Esta relação foi procurada levando também em consideração as dinâmicas socioeconómicas e culturais de cada lugar.

Sustentabilidade Económica - O sistema modular especialmente desenvolvido para responder ao projecto permitirá, para além da já referida identidade, economias de escala na produção; bem como na produtividade e tempos de construção.

Procuramos ECO-ARQUITECTURA que represente a base dos princípios e dos conceitos que estão associados à construção eficiente e sustentável do ponto de vista ecológico.

A construção com estruturas modulares standardizados pressupõe um processo construtivo, eficiente e de rapidez na montagem. O processo construtivo goza de rapidez na montagem.

Madeira, como material mais amigo da Natureza.

De todos os materiais disponíveis na construção, a madeira é o único que desempenha saldo de carbono positivo, ou seja, absorve carbono da atmosfera, ao contrário de todos os outros, que o libertam.

Depois de passado o século XX, em que reinou a arquitectura em aço, cimento e vidro, aproveitamos no século XXI a emergência e integração de novas tecnologias, como o século do uso racional de recursos naturais, e da redescoberta da madeira como o material de construção aliado do controlo climático.

Praia da ínsua: Medidas principais de relação entre os espaços públicos/arranjos paisagísticos e edifício Apoio de Praia Simples:

Plataforma de chegada ao acesso à praia e ao edifício proposto (a Sul); plataforma de chegada ao acesso à praia (a Norte); criação de 147 lugares de estacionamento não regularizado; criação de 2 lugares de estacionamento para veículos de emergência e autoridades; criação de 5 lugares de estacionamento para veículos de pessoas com mobilidade reduzida; criação de um acesso pedonal Nascente/ Poente e dois acessos de ligação Norte/ Sul.

Medidas complementares a par da requalificação dos espaços públicos/arranjos paisagísticos:

Terminal do passadiço de acesso ao areal (a Sul); terminal do passadiço de acesso ao areal (a Norte); passadiço de passagem pela linha de água.

Praia de Afife: Medidas principais de relação entre os espaços públicos/arranjos paisagísticos e edifícios Equipamentos de Apoio de Praia:

Plataforma de chegada ao acesso à praia e aos edifícios propostos; _”rede” de plataformas e passadiços que interligam os passadiços existentes a Norte e a Sul, assim como integrando os três acessos ao areal; criação de 95 lugares de estacionamento não regularizado; criação de 187 lugares de estacionamento regularizado; criação de 2 lugares de estacionamento para veículos de emergência e autoridades; criação de 5 lugares de estacionamento para veículos de pessoas com mobilidade reduzida; criação de um acesso pedonal Nascente/ Poente e dois acessos de ligação Norte/ Sul.

Praia da Arda/Bico: Medidas principais de relação entre os espaços públicos/arranjos paisagísticos e edifício Apoio de Praia Completo (a Sul) e edifício de Apoio à Prática Desportiva:

Plataforma de chegada ao acesso à praia e ao edifício proposto (a Sul); plataforma de chegada ao acesso à praia (a Norte) e passadiço de ligação até ao edifício proposto APPD; criação de 457 lugares de estacionamento não regularizado (Estacionamento Sul); criação de 82 lugares de estacionamento regularizado (Estacionamento Sul); criação de 2 lugares de estacionamento para veículos de emergência e autoridades (Estacionamento Sul); criação de 4 lugares de estacionamento para veículos de pessoas com mobilidade reduzida(Estacionamento Sul); criação de 3 acessos pedonais Nascente/ Poente e 1 acesso de ligação Norte/ Sul. (Estacionamento Sul); _criação de 284 lugares de estacionamento não regularizado (Estacionamento Norte); criação de 2 lugares de estacionamento para veículos de emergência e autoridades (Estacionamento Norte); criação de 4 lugares de estacionamento para veículos de pessoas com mobilidade reduzida (Estacionamento Norte); criação de 1 acesso de ligação Nascente/Poente com ligação a Sul.

Medidas complementares a par da requalificação dos espaços públicos/arranjos paisagísticos:

Ligação entre intervenções (AC e APPD), a executar pela ARH

Praia do Paçô: Medidas principais de relação entre os espaços públicos/arranjos paisagísticos e edifício Apoio de Praia Completo:

Plataforma de chegada ao acesso à praia e ao edifício proposto; plataforma e passadiço/estrado de ligação aos passadiços existentes de acesso à praia; estrado de acesso ao Forte de Paçô; criação de 126 lugares de estacionamento não regularizado; criação de 106 lugares de estacionamento regularizado; criação de 2 lugares de estacionamento para veículos de emergência e autoridades; criação de 3 lugares de estacionamento para veículos de pessoas com mobilidade reduzida; criação de 3 acessos Nascente/ Poente.

Praia da Amorosa - Centro/Sul e Norte: A proposta para esta praia passa por a requalificação dos espaços de chegada à Praia, através de plataformas infraestruturadas e ligação aos passadiços existentes. Após esta intervenção implantar-se-á um novo Equipamento – Apoio de Praia Completo, asseguram-se os mesmos princípios dos apoios de praia previstos para outras praias; Seguindo os mesmos princípios construtivos e os mesmos materiais a aplicar.

Praia da Pedra Alta: Passadiços de acesso e mobiliário urbano

Praia de Rio de Moinhos: Medidas principais de relação entre os espaços públicos/arranjos paisagísticos e edifício Apoio de Praia Simples:

Plataforma de chegada ao acesso à praia e ao edifício proposto; passadiço de passagem pela linha de água de acesso ao areal; criação de 41 lugares de estacionamento regularizado; criação de 2 lugares de estacionamento para veículos de emergência e autoridades; criação de 2 lugares de estacionamento para veículos de pessoas com mobilidade reduzida; criação de 1 acesso Nascente/ Poente e 1 acesso Norte/ Sul de ligação.

Praia de Cepães/Suave Mar: Passadiço 01 (acesso aos edifícios existentes e à praia para pessoas com mobilidade condicionada) _ 295,25m2 + 81,50m2 (banco corrido); Passadiço 02 (acesso à praia para pessoas com mobilidade condicionada) _ 214,00 m2

Praia da Ramalha: Medidas principais de relação entre os espaços públicos/arranjos paisagísticos:

Plataforma de chegada ao acesso à praia e ao edifício proposto; passadiço de passagem pela linha de água de acesso ao areal; criação de 41 lugares de estacionamento regularizado; criação de 2 lugares de estacionamento para veículos de emergência e autoridades; criação de 2 lugares de estacionamento para veículos de pessoas com mobilidade reduzida; criação de 1 acesso Nascente/ Poente e 1 acesso Norte/ Sul de ligação.

 

Projeto de Execução e Plano de Gestão da Ecovia do Litoral Norte e Percusos Complementares

Projeto concluído

 

Equipa projetista: Arqt.of - Arquitectos Associados, Lda

A proposta de projeto para a ecovia desenvolve-se no seguimento do Estudo da Ecovia Do Litoral Norte e dos Percursos Complementares nele se alicerçando, e dele retirando as principais directrizes quer de traçado, quer de conciliação com as diversas medidas obras e projectos que estão a ser desenvolvidos ao longo da Ecovia. Para além da relação seminal com aquele estudo, o projeto desenvolve-se tendo por base dar resposta a quatro premissas: soluções formais, construtivas e de utilização da rede; ordenamento e salvaguarda dos valores naturais presentes; enquadramento legal e cadastral da área de intervenção; plano de gestão, dinamização e económico-financeiro da Ecovia do Litoral Norte.

 

Projeto de execução dos Percursos de Informação e Sensibilização Ambiental do Parque Natural do Litoral Norte

Projeto concluído

 

Equipa projetista: Atelier do Beco da Bela Vista - Arquitectura Paisagista, Lda.

Concepção de uma rede de percursos pedestres destinados a dar a conhecer as principais áreas naturais do Parque Natural do Litoral Norte, criando condições para a promoção de formas ambientalmente sustentáveis de fruição da zona costeira e ribeirinha, concretizando  três Percursos de Informação e Sensibilização Ambiental do Parque Natural do Litoral Norte.

É subjacente ao conceito ou objectivos deste projecto o desenvolvimento de uma oferta ambiental e turística complementar ao uso balnear, que se constitua como uma infra-estrutura privilegiada para a realização de circuitos temáticos (cultural, natural, desportivo, histórico, ornitológico, etc.), tendo sempre em mente que a sua concepção deverá ser regrada pela necessidade de protecção dos valores existentes, pelo que as soluções a desenvolver deverão respeitar de forma intocável os valores naturais em presença e promover, sempre que necessário, o reordenamento ou requalificação de espaços degradados.

 

Requalificação e Revitalização da Frente Ribeirinha de Caminha

Projeto em conclusão

 

Equipa projetista: Castro Calapez – arquitectos Lda

Projeto que tem por objetivo recuperar a relação de Caminha com o estuário do rio Minho.

 

Tem por conceito geratriz:


• Espaço público de contato de excelência com o rio
• Valores de paisagem natural_o estuário
• Estadia_função_lazer: União da sustentabilidade dos lugares e criação de novas centralidades
• Sustentabilidade global, económica, ambiental, física, cultural e social

Funcionalidades:


• Novo centro ribeirinho
• Revitalização das atividades instaladas de mercado, CTT e feita semanal
• Lazer e restauração ribeirinha com revitalização de existentes das envolventes
• Equipamento de smartpoints
• Criação de infraestrutura de parque de estacionamento subterrâneo numa segunda fase de construção

 

Requalificação e Revitalização da Frente Ribeirinha de Viana do Castelo - núcleo de Santiago da Barra

Projeto concluido

 

Equipa projetista: Câmara Municipal de Viana do Castelo

Eliminação do estacionamento à superfície, sistema de entrada de água no fosso do forte, repavimentação, arranjos exteriores e infra-estruturação.

 

Requalificação e Revitalização da Frente Ribeirinha de Viana do Castelo - Praia Norte/Praia do Coral

Projeto concluído

 

Equipa projetista: Maria João Patronilho e Associados

Espaços de pausa, lazer e novos percursos. Ecovia. Espaços intergeracionais; novos edifícios públicos e privados, de caráter cultural , desportivo e social.

Criação de praças temáticas: Cultura, Desporto; Praia e do Conhecimento; Lazer e Bem Estar

 

Requalificação e Revitalização da Frente Ribeirinha de Viana do Castelo - núcleo do Cabeledo

Projeto concluído

 

Equipa projetista: Barbini - Arquitectos, Lda

Uma oportunidade de reequilibrar o sistema natural, em harmonia com um potenciamento e reorganização das actividades desportivas de lazer ligadas ao rio e ao mar.

Ações: Reequilíbrio do sistema ecológico;  Ecovia do litoral;  Conjunto de equipamentos

Equipamentos de apoio fluvial para prática desportiva e lazer; equipamentos de apoio de praia para prática desportiva e lazer; reordenamento do estacionamento junto às zonas balneares e áreas

 

Requalificação e Revitalização da Frente Ribeirinha de Esposende

Projeto concluído

 

Equipa projetista: Câmara Municipal de Esposende

A intervenção pretendida abrange basicamente a requalificação e ampliação do passeio existente, com a introdução de uma ciclovia de continuidade.

O objectivo central é o de criar um passeio panorâmico, ao longo de toda a marginal, com cariz contemplativo, confortável e com qualidade estética. Este passeio integrará uma ciclovia e insere-se na ecovia prevista ao longo do litoral norte. Pretende-se incentivar a fruição pública deste espaço marginal, privilegiado em termos de qualidade de paisagem e de ambiente natural.

Pretende-se dar continuidade à transformação do espaço público iniciada a sul, criando identidade formal a todo o percurso marginal. 

 

Requalificação e Revitalização da Frente Ribeirinha de Fão

Projeto em elaboração

 

Equipa projetista: Câmara Municipal de Esposende

Esta intervenção integra-se no Plano de Valorização do Rio Cávado e efectiva a vontade de zelar por 2 lugares únicos do território de Esposende que neste sítio se fundem: A vila de Fão e o Rio Cávado.

Consciente da relevância  deste sítio o projecto define um conjunto de acções físicas e programáticas que visam dinamizar a sua vivência garantindo a sua protecção e valorização,  constituindo o  percurso/trilho ribeirinho da margem o elemento agregador e concretizador desta vontade.

Polis Litoral Norte, Sociedade para a Requalificação e valorização do Litoral Norte, S.A. (em liquidação)

 

Edifício de Apoio à Doca de Recreio

4900-405 Viana do Castelo

Telf. 258 806 440

Fax. 258 806 449

geral@polislitoralnorte.pt

Acionistas:
Financiamento: